Vou perder o meu emprego?!

Olá pessoal,
Tudo bem com vocês?!

Estava conversando com o meu namorado esses dias, e veio a dúvida no ar… Será que vou perder o meu emprego?! Na empresa que estou trabalhando atualmente, algumas coisas não ficaram muito claras no processo de contratação, após alguns dias de teste, o diretor me chamou para conversar e informou que iriam providenciar o meu contrato de trabalho, no dia seguinte me pediram para preencher um formulário, e levar a cópia do meu documento de identificação. Até ai tudo certo, acontece que até hoje não me entregaram o contrato para assinar… o meu chefe disse que está tudo “OK”!

Então pensei, não há motivos para me preocupar!
Eis que esta semana me surpreendo com a notícia de uma nova contratação (alerta vermelho ativado), até então não tinha encarado tudo isso como uma ameaça, mas como eu não sou a definição de “pessoa qualificada” para a função, depois que o Lucas levantou a questão, eu fiquei um pouco pensativa.

A questão é que, se eu vou perder o meu emprego ou não, não há uma maneira de descobrir… e eu me desesperar, perder o sono ou me preocupar sobre isso, não irá mudar os fatos, e só me fará sofrer por antecedência. Portanto, não sei se vou perder meu trabalho, pode ser que sim, e pode ser que não, mas a questão é: Se eu perder este trabalho, eu irei arrumar outro… assim é a vida!

Na minha vida as coisas sempre deram tão certo, não que tudo tenha sido perfeito, longe disso… mas sempre que as coisas pareciam ir mal, as coisas sempre se resolviam, e muitas vezes de uma forma muito melhor do que eu imaginava. Então neste momento eu escolho não sofrer por antecipação, e vou deixar as coisas correrem, e confiar que sempre virá algo que seja melhor para mim.

Então se você também estiver passando por algo parecido, perder o sono não irá resolver nada, apenas irá te trazer problemas, então CONFIE!!

Até a próxima, beeeijos ;*

Eu gosto mesmo é de escrever…

Olá! :]

Hoje estava pensando em quais motivos me fizeram ter este blog, não tenho muitos acessos, e muitas vezes ninguém lê… seria isso um problema? Para mim não, pois eu gosto de escrever! As vezes preciso simplesmente esvaziar a cabeça, ou colocar para fora algo que se passa pela minha cabeça.

Eu não me preocupo com as visualizações que tenho aqui, e muito menos tenho a pretensão de ficar rica com o blog (mas seria um sonho), se um dia um pudesse trabalhar escrevendo, seja no meu blog, ou onde for, sei que isso me traria muita felicidade.

Quando estava pensando em qual faculdade cursar, fiquei em dúvida em cursar jornalismo, mas por medo de não conseguir um emprego na área, acabei optando por fazer administração (que eu gosto bastante também). Nunca sabemos o rumo que nossas vidas podem tomar, então não descarto nenhuma possibilidade, por mais distante que ela pareça estar.

Então o conselho que deixo hoje para vocês é: faça com amor, por gostar, por se sentir realizado… mas não espere nada em troca, e vibre com cada retorno que tiver.

Até a próxima!
Beeijos ;*

Não romantizem e problematizem tudo!!

Olá pessoal, tudo bem?!

Recentemente tivemos uma polêmica na internet, desta vez envolvendo o YouTube Kids e questionando a sua segurança. Eu fiquei me segurando para não comentar nada, até porque não sou mãe… mas mesmo assim vou dar minha opinião.

Eu nem vou questionar o fato de crianças ficarem o dia todo assistindo vídeos pela internet, pois como já disse ali acima, não sou mãe, e não foi falar algo que possa pagar a lingua, mas a questão é a seguinte: As pessoas estão ficando a cada dia mais preguiçosas, quanto mais fácil as coisas são, mais as pessoas ficam acomodadas. Quando eu era criança, minha mãe também colocava desenhos para a gente assistir, e ela poder suas coisas tranquila, mas naquela época eram os famosos VHS, então ela não tinha que se preocupar com conteúdos que poderiam estar “infiltrados” indevidamente em meio ao desenho.

Eu só queria entender o motivo dos pais não se preocuparem com o que os filhos estão assistindo, se o conteúdo está de acordo com as suas convicções ou se se é adequado para aquela faixa etária… Hoje em dia é possível deixar o conteúdo disponível offline, existe o Netflix… tantas formas que você pode separar um conteúdo bacana para a criança, qual o motivo de não utilizar destas ferramentas?!

Hoje em dia eu só vejo país procurando uma desculpa externa para justificar algumas atitudes dos filhos, culpa dos jogos de videogame é o que mais vemos por ai… mas será que não falta uma preocupação maior por parte dos pais?! Vejo muitas pessoas valorizando a criação com princípios, amor e respeito, mas vejo muitos pais negligenciando a criação dos filhos, e problematizando tudo para tentar achar um culpado.

Então, no meu ponto de vista o problema não está em seu filho ficar horas assistindo videos e desenhos, o problema está nos pais não se preocuparem com o tipo de conteúdo estão consumindo. Então, reserve um tempo no final do seu dia, deixe de dar aquela ultima visualizada no Instagram antes de dormir, e assista alguns desenhos e vídeos infantis, prepare uma playlist para o seu filho, preocupe-se com ele. Ser pais é cuidar, zelar e tudo isso é uma forma de demonstrar amor.

Vamos contribuir para que no futuro,tenhamos uma geração melhor das que tivemos até agora.

Beeijos ;*

Diferenças linguísticas – PT x BR

Olá pessoal, tudo bem?!

Hoje estava conversando com uma colega de trabalho, e percebi o quanto algumas palavras podem mudar completamente a compreensão em uma simples conversa. Fiquei imaginando como pode ser complicado para um português se deparar com estas situações no Brasil, e vice e versa.

Quer ver um exemplo de como algumas palavras possuem significados totalmente diferentes?

Reformado: Para nós brasileiros, esta palavra está ligada a reformas, tanto físicas – como por exemplo a reforma em uma casa –, quanto em questões estruturais como por exemplo a reforma da previdência. Já aqui em Portugal, este termo é utilizado para pessoas aposentadas, como por exemplo, “fulano é reformado” para nós significa “fulano é aposentado”.

Já imaginou a confusão que esta conversa pode gerar?!
Um Português alugando uma casa no Brasil, e o corretor diz que o imóvel foi todo reformado, certamente ele ficará imaginando que tipo de ligação há entre um imóvel e um aposentado. Hahahaha!

Restauraçao: A primeira coisa que passa pela minha cabeça quando penso em restauração, são aquelas grandes obras que são realizadas para recuperar construções antigas, ou aqueles profissionais que trabalham restaurando documentos e obras de artes antigas… mas aqui em Portugal restauração refere-se aos restaurantes. Outra palavra que certamente geraria uma bela confusão em uma conversa PT – BR.

Levantar: Para nós esta palavra nem precisa de explicação, e pode ser utilizada em diversas situações, mas aqui em Portugal ela tem um significado bem diferente. Em Portugal utilizamos o termo “levantar” com o significado de retirar/sacar. Sim, quando você vai até o caixa eletrônico, você vai levantar uma importância, ou quando você vai retirar algum documento, você precisa dizer “levantar o documento”. Bem diferente não é mesmo?!

Carregar: Mais uma palavra que para nós, não precisa de explicação… Mas aqui, utilizamos este termo para “pressionar/acionar”, sim, quando temos que pressionar um botão devemos dizer “carregar o botão”.

Rapariga: Acho que muita gente no Brasil sabe que aqui é bem comum utilizar o termo rapariga, e que ele não é nada ofensivo por aqui, mas quando me chamam assim eu ainda acho um pouco estranho… hahaha!! E conversando com alguns portugueses, descobri que chamar uma mulher de “moça” conforme fazemos no Brasil, é considerado ofensivo por aqui, então tenham bastante cuidado!

Outra curiosidade que tenho observado ao longo dos tempos morando aqui, é que no Brasil utilizamos muitos termos em inglês, e por aqui eles costumam traduzir estas palavras. Por exemplo, no Brasil ao usarmos o computador/notebook, utilizamos o “mouse”, e por aqui eles utilizam o “rato”, no Brasil temos o videogame Xbox, e aqui eles pronunciam “Xisbox”.

Enfim, existem muitas diferenças, e nós vamos aos poucos nos acostumando a elas, e claro, não há certo ou errado em nenhum dos casos, existem culturas diferentes e várias formas de se falar o mesmo idioma. O objetivo deste texto é apenas o de mostrar como uma conversa pode ficar estranha, mesmo falando-se o mesmo idioma.

Espero que tenham gostado de descobrir um pouco mais sobre essas diferenças, e aproveite para deixar nos comentários outras diferenças que vocês tenham ouvido.

Até a próxima,
Beeijos ;*

Primavera Chegou!!

Olá pessoal, tudo bem?!

Por aqui estamos muito animados, a primavera finalmente começou neste 20 de março, e como eu esperava por ela! Estava cansada do frio e roupas pesadas (não que a temperatura já tenha mudado drasticamente), os dias por aqui estão sendo mais quentes, mas as noites ainda estão sendo bem frias.

Mas tudo isso já foi suficiente para eu já animar a retirar alguns casacos do armário, e começar a abrir espaço para as roupas frescas. Ah, e também já aproveitei para lavar várias roupas, e inclusive as roupas de cama de flanela, que são ideais para o inverno.

Estou muito animada para a temperatura subir, e poder levar a Lady para passear nos parques de Lisboa, nos mesmos parques que passeávamos antes dela chegar aqui.

WhatsApp Image 2019-03-22 at 10.37.56
Lady só curtindo um solzinho na cama!

Esta vai ser nossa primeira primavera por aqui, pois quando chegamos aqui no ano passado, era verão (e estava super quente), espero que a primavera seja parecida com a do Brasil, com temperaturas agradáveis.

É muito engraçado como uma estação pode mudar tanta coisa, esses dias fomos dar uma volta no centro de Leiria, e o dia estava mais quentinho, e já haviam muitas pessoas nas ruas… haviam crianças brincando, cachorros passeando nas praças, restaurantes lotados… achei tudo tão incrível, pois durante o inverno quase não vemos pessoas na rua, só encontrávamos quando íamos ao shopping, lá estava sempre lotado! Hahaha!

Bom, por hora estas são as informações que tenho sobre a primavera… ouvi dizer também que é a melhor época para se visitar Portugal, então se você está planejando umas férias, agora é a hora! :]

Beeijos :*

Meu novo trabalho em Portugal

Após momentos complicados relacionados ao meu trabalho anterior, segui firme na busca por uma nova oportunidade. Não é nada fácil, e em vários momentos me senti derrotada, e arrependida por ter deixado o outro (mesmo sabendo que não valia a pena continuar lá).

Hoje, posso finalmente dizer que encontrei uma oportunidade melhor, uma oportunidade diferente… algo que é novo para mim, que eu aprendo todos os dias! Acho isso tudo tão fascinante, pois sei que no Brasil eu provavelmente não trabalharia nesta área, por mais que eu tenha bastante experiência com atendimento ao público, eu não tenho nenhum curso nesta área em especifico. E a mensagem que eu gostaria de deixar aqui é que vocês nunca desistam, e se algo não estiver bom para vocês, corra atrás para mudar esta situação… seja no Brasil ou em qualquer outro lugar do mundo.

Hoje estou tendo oportunidade de aprender coisas novas, e a dinâmica de uma recepção de hotel. Todos os dias tenho contato com pessoas falando em diversos idiomas, e isso me ajuda bastante no desenvolvimento do meu inglês e espanhol. Claro que nem tudo são flores, trabalho por turnos, muitas vezes perco momentos por estar trabalhando, deixo de dormir com a minha família… mas tudo isso faz parte do meu crescimento, e nada é para sempre.

Quando decidimos sair do nosso país e encarar um desafio de começar do zero, temos que estar cientes das condições que deveremos enfrentar, afinal, estamos construindo nossa vida em um lugar novo, que ninguém nos conhece, ou nossos pais, tios… ou a empresa que você trabalhou durante anos ou aquela empresa super conceituada que você fez estágio…nada disso vai ter muito peso por aqui, aqui você vai precisar mostrar o seu potencial.

Quem estiver fazendo planos para vir para Portugal, tenha consciência disso, você precisa vir disposto a começar a vida do zero, e aceitar oportunidades que no Brasil talvez não aceitaria (nem vou comentar no caso de pessoas sem documentos, ok?!).

Então é isso!
Beeijos ;*

A saga do meu emprego

Olá pessoal, tudo bem?!
Semana passada eu compartilhei um desabafo por aqui, falando sobre o meu trabalho aqui em Portugal… e escrevi que nem todo emprego é pra gente, mas sinto que esta informação ficou vaga, então vou compartilhar um pouco sobre a minha experiência.

Quando eu trabalhava no Brasil, todo o dinheiro que entrava na empresa passava por mim, e como podem imaginar, era uma responsabilidade enorme, e a gente acaba sentindo o peso de nossas responsabilidades. Quando vim para a Europa, comentei com o Lucas que queria um emprego mais tranquilo por aqui… sem muitas responsabilidades e etc… e sabe o que me apareceu?! Operadora de caixa em um supermercado.

Eu topei na hora, achei que tiraria de letra… mas não foi bem assim, quando eu sentei naquela cadeira e comecei a sentir aquele peso da responsabilidade novamente eu surtei. Eu não conseguia relaxar, não conseguia ficar tranquila. Quando fico nervosa com algo, fico vermelha no pescoço, não sei o motivo, mas sempre foi assim… e enquanto eu conversava com a responsável sobre não estar conseguindo lidar com a situação, eu conseguia sentir o colo e o pescoço queimando! Então quando digo que nem todo trabalho é pra gente, é disso que estou me referindo… o estresse me atinge de uma forma que chega a ser física, e eu não posso me obrigar a estas situações, afinal, não quero acabar desenvolvendo algum problema mais sério.

Por hora a vida segue a mesma… ainda não me desliguei da empresa, pedi para trocar de função, mas as coisas ainda não estão legais para o meu lado, pois sinto um descaso pela empresa, ou talvez seja a forma deles de trabalhar… não sei.

Hoje pretendo reunir forças e ir lá por um fim nesta história, para que novas oportunidades possam surgir.

Até o próximo post, ou desabafo!
Beeijos ;*